Por Que Escrever Algumas Palavras em Inglês é Tão Complexo?

Os estudantes de inglês, sejam os de nível básico ou avançado, sempre sofrem com algumas regras na forma de escrever que são meio sem lógica.

Quem não se lembra de um recente campeão inglês de futebol, o Leicester, que deixou muitos narradores e comentaristas, não só brasileiros, mas de todo o mundo, sem saber como pronunciar o nome correto da cidade/equipe campeã.

Chegaram a fazer brincadeiras para que os narradores americanos pronunciassem o nome de maneira correta, que é "Léster", sendo a regra também válida para as outras cidades inglesas: Worcester e Gloucester.

Mas espera aí! E o resto de todas essas letras? Bem, esse é o assunto de hoje. Como se formou a língua inglesa e algumas peculiaridades na forma de escrever.

Tudo começa ao redor do ano 600 d.C quando missionários cristãos chegam na Ilha da Grã-Bretanha com o alfabeto romano e encontraram lá os anglos-saxões que falavam línguas germânicas com diferentes tipos de sons  que não existiam no latim.

Os missionários tiveram que criar uma maneira de escrever esses novos sons com o alfabeto latino. Um desses sons era o GH (pronunciado como Râ) que era usado em palavras como thought (pensamento).

Ai você se pergunta: mas não tem nenhum som "râ" na palavra acima. Bem, acontece que existia. A pronúncia mudou através dos anos, o GH "râ" começou a ser pronunciado como "fâ" em palavras como cough (tossir) e enough (suficiente), ou a pronúncia do GH foi totalmente suprimida em palavras como though (apesar) ou o caso acima, thought (pensamento).

Com o passar dos anos prensa de impressão foi inventada e é algo que daria um grande passo na formalização da língua.

Prensa mecânica em uso, xilogravura, 1568 - Imagem: Wikipedia

 

O problema aí é que não existia uma forma padrão de escrever, e cada editor usava uma forma própria de soletrar a palavra.

Ainda dentro das mudanças de sons de palavras, algumas como knee (joelho) e wrong (errado) perderam sons,  sendo pronunciadas "nee" e "rong".

Se tudo já não fosse muito complicado, no ano de 1066 chegam e conquistam parte da Ilha da Grã-Bretanha, os franceses proveniente da Normandia.

Assim o francês se tornou a língua oficial da realeza, das universidades e das pessoas mais cultas do que seria futuramente a Inglaterra.

Esses anos de conquista francesa deixaram uma marca no vocabulário, na escrita e até no  atual brasão de armas do Reino Unido. Dê uma olhada nas inscrições abaixo em francês.

Dieu et mon droit (Deus e meu direito) - Imagem: Wikipedia

Nos anos 1500 a língua inglesa já estava bem estabilizada e já tinha quase que um padrão de escrita, porém nesse momento histórico começa na Europa o movimento da renascença e de retomar a cultura greco-romana.

Muitos intelectuais ingleses acreditavam que a glória do mundo antigo deveria ser melhor refletida na língua utilizada no dia a dia, decidiram que algumas palavras deveria ser escritas mais próximas da sua raiz romana, adicionando letras que ninguém nunca havia pronunciado anteriormente:

Exemplo de palavras em inglês antigo que mudaram com essa "romanização":

Receit que vem de recepta em latim deveria ser receitp (receita em português)

Dette que vem de debitum em latim  deveria ser debt (dívida em português)

Samon que vem de salmonem em latim deveria ser salmon (salmão em português)

Se isso não fosse o suficiente eles conseguiram encontra maneiras de conectar palavras à suas raízes gregas.

Asma se transformou em asthma

Diaria se transformou em diarrhoea

Outro exemplo desse exagero para deixar mais "cool" as palavras:

A palavra Island (ilha), vem de uma antiga palavra em inglês "iglund"; As pessoas estavam felizes e tranquilas pronunciando e escrevendo "iland" até que alguém pegou emprestado uma letra S da palavra em latim para ilha, insula, e "enxertou" na palavra iland - transformando-a no que conhecemos hoje, ISLAND.

Obviamente ninguém começou a pronunciar um S a mais só porque estava escrito convencionado que seria escrito assim. Você entende porque não se pronuncia o S nessa palavra?

Agora o caso mais bizarro de palavras e formas de escrever emprestadas de outras línguas.

Coronel

A palavra acima veio emprestada do francês, no século XV, junto com outros termos militares. Quando a palavra chegou ao vocabulário inglês ela era escrita e falada como em francês "corrônel".

Posteriormente, intelectuais começaram a traduzir termos militares italianos, e o termo para a patente acima é Colonello.

Com o passar do tempo, as pessoas estavam escrevendo como se escreve em francês, Coronel, e pronunciando em italiano colonello. Com o passar do tempo e das discussões de como seria a palavra escrita/pronunciada, chegaram a um híbrido ítalo-francês-inglês.

Hoje a patente militar se escreve COLONEL, e se pronuncia algo como "kernel".

Comentários sobre Por Que Escrever Algumas Palavras em Inglês é Tão Complexo?