Vale a Pena Comprar Propriedades nos Estados Unidos?

Pode-se pensar em comprar uma propriedade nos Estados Unidos por diversos motivos. Investimento, casa de campo ou até mesmo para uma futura mudança. É verdade que se trata de um país grande e diverso, agrada quem gosta de frio e também quem gosta de uma boa praia. Mas antes de decidir onde procurar uma propriedade deve –se se perguntar: será que vale a pena comprar um imóvel nos EUA.

ccccc

Em 2006 o preço das propriedades atingiu seu ápice, isso tudo devido a especulação. Esse fato foi chamado de “bolha imobiliária” sendo uma das principais causas da crise de 2007 nos EUA. Bom, o que importa é que o preço vem caindo exponencialmente desde o momento da crise e em 2012 foi observada a maior baixa da história. Assim como a bolsa de valores, o mercado imobiliário tem seus sobes e desces e é nas baixas de preços que estão os bons investimentos. No caso dos EUA, a queda se dá principalmente nas cidades menores, ou subúrbios, sendo a especulação nas grandes metrópoles ainda muito alta. Se estiver buscando um lugar para morar, a hora é essa, entretanto, se estiver buscando um investimento, vale a pena observar o comportamento do mercado, mas considerando a história do país, os economistas já preveem uma recuperação, logo, a hora também é essa!

aaaa

Após escolhido seu local favorito e mais em conta para adquirir uma propriedade se deve atentar a alguns fatores. Cada estado americano possui seu sistema de impostos, ou seja, é preciso ficar atento para não escolher um local com muitas taxações.  De acordo com o estado escolhido a média dos preços de imóveis pode ser maior ou menor.  Em 2012, imóveis nos estados do Michigan e Iowa custavam em média 120 mil dólares, enquanto em Washington essa média sobe para 345 mil dólares. Geralmente se gasta em torno de 3 a 6% do valor da propriedade para o pagamento da documentação e adequação a legislação local, valor que é importante se levar em conta para evitar surpresas desagradáveis.  É recomendado que se contrate um advogado e/ou agência imobiliária para auxiliar no processo, para te auxiliarem nos processos legais dos EUA.

bbbb

Por outro lado, não se deve deixar tudo na mão de terceiros, pois como sabemos, é importante ler os documentos antes de assiná-los. Não só para estar a par, como para lidar com o vendedor e seus intermediários é importante que se tenha conhecimento da língua do local onde se pretende adquirir a propriedade, no caso dos EUA o inglês.  Compreender de forma geral o que está sendo fechado evita que seja “passado para trás”, e ainda assim se pode consultar os advogados ou corretores para entendimento de termos mais técnicos. Aqui vão alguns termos utilizados no “real estate” (mercado imobiliário) americano:

appraisal value  - é o preço estimado do imóvel no mercado;

clear title  - já ser dono da propriedade em documentação oficial com as questões legais em ordem;

common area assessmentsáreas onde o dono do imóvel é obrigado a pagar uma tava para a associação de moradores do bairro;

grantor- pessoa interessada em adquirir um imóvel;

earnest money deposit – depósito feito pelo grantor para mostrar seu verdadeiro interesse em comprar o imóvel;

purchase agreement contrato assinado pelo vendedor e comprador que estabelecem os termos da venda;

homeowner's warrantyum tipo de seguro feito pelo dono da casa que cobre pequenos reparos como o concerto do aquecedor ou do ar condicionado. Normalmente é pago pelo comprador, mas em alguns casos é repartido ou pago pelo vendedor, tudo uma questão de acordo entre as partes;

sale-leasebackquando após a venda feita, o vendedor aluga a propriedade do comprador;

trustee – pessoa de confiança que controla a propriedade para o dono, interessante caso a casa seja um investimento no exterior;

joint tenancy e tenancy in common - quando o título da propriedade é dividido entre uma ou mais pessoas, no primeiro termo, em caso de morte de uma das partes a propriedade passa a ser inteiramente da outra, já no segundo isso não ocorre.

 O domínio da língua faz com que o processo de compra, de forma geral, se torne mais simples até mesmo na hora de escolher onde e quando comprar. A pergunta que nos resta é:  Comprar ou não uma propriedade na terra do Tio Sam?

Caso tenha interesse de se aventurar em terras estrangeiras para comprar uma propriedade, como estaria seu nível de inglês?

Faça um teste no seu nível agora:

http://www.languagetrainersbrasil.com.br/testes_idioma/ingles_teste_nivel.php

Comentários sobre Vale a Pena Comprar Propriedades nos Estados Unidos?